O Google está implementando novamente o sistema operacional Android: conheçam o Google Duplex, uma ferramenta que deve ser inclusa no Google Assistant ainda esse ano. Ele funciona como um assistente virtual (que utiliza inteligência artificial) cuja sua função é efetuar chamadas para lugares reais em seu nome. Com um diálogo pré-programado, ele se encarrega de levar toda uma conversa, enquanto você pode fazer outras tarefas do seu dia a dia, facilitando seu agendamento de compromissos por telefone. Se a conversa chegar num ponto em que o Google Assistant não possa dar continuidade, você pode intervir. A ferramenta usa um sistema de voz que é extremamente parecida com a voz humana, ou seja: quem está do outro lado da linha, não sabe que está conversando com um robô. Por enquanto, o Google Duplex ainda está em fase de testes e a conversação está disponível apenas em inglês. Mas na Pixels, já usamos inteligência artificial no nosso curso de Robótica. Quem visita a nossa escola, pode ver como nossos alunos programam e utilizam o J.A.R.V.I.S. (inspirado nos quadrinhos e filmes do Homem de Ferro). Para entender melhor como funciona o J.A.R.V.I.S.: o Jarvis possui uma interface gráfica bem auto-explicativa, com linhas de comandos específicos que funcionam como gráficos de comandos. Em cada linha é possível programar um comando que ele vai atender. São três linhas: a linha do que ele escuta, a linha do que ele responde e a linha do que ele vai fazer. Por exemplo: o aluno fala: “Jarvis, acende a lâmpada.”, logo após, o Jarvis responde: “Sim, mestre.” e logo em seguida ele executa a tarefa de acender a lâmpada. Existem também os comandos do próprio computador, como abrir o Google, abrir páginas de navegação, etc. Além dele também ser programado para se comunicar diretamente com a placa de Arduíno, nas aulas de Robótica.