Desde 2015, nossa aluna do curso de robótica Ana Eliza, que é professora do curso de Informática da Escola Estadual de Educação Profissional Monsenhor Luís Ximenes Freire há 7 anos, está desenvolvendo o Projeto Wheelchair Tech, juntamente com seus alunos. Com o objetivo de ajudar pessoas com deficiência física (cadeirantes) a melhorar seu deslocamento no dia a dia, utilizando a tecnologia para fazer com que tenham uma melhor qualidade de vida. O grupo de alunos trabalhou com a hipótese de desenvolver uma cadeira de rodas que possua características diferenciadas, como conexão via Bluetooth para comunicação com dispositivos móveis, conectados através de placas de prototipagem. Foi construída com material de baixo custo e com aproveitamento de materiais recicláveis como metalon, madeira, motores de para-brisa velhos, bateria de moto, placa de Bluetooth, placa de arduíno Uno e Mega, sensores ultrassônicos, drivers de motor, Ponte HL 298N. Sendo utilizado a plataforma de prototipagem eletrônica open-source e sua IDE. Participam do desenvolvimento do projeto dez alunos regularmente matriculados na escola que ao decorrer do ano sempre estão em busca de novos conhecimentos sobre os assuntos relacionados ao projeto, contando sempre com a ajuda da professora. O grupo de alunos, juntamente com a professora/aluna, usa a tecnologia assistiva junto a robótica, utilizando dispositivos móveis para facilitar o dia a dia de um cadeirante, trazendo a robótica para guiar e facilitar o deslocamento dos cadeirantes. O projeto é um diferencial dos demais, pois, pela proposta de trazer a robótica para guiar e facilitar o deslocamento de pessoas cadeirantes, através de dispositivos móveis, hoje todas as pessoas possuem acesso a um dispositivo que possua Bluetooth necessitando somente a conexão do mesmo a cadeira. O projeto foi desenvolvido a partir da necessidade de uma ex-aluna da Escola Estadual de Educação Profissional Monsenhor Luís Ximenes Freire situada no município de Santa Quitéria – CE. Conversando e entendendo sua rotina, eles puderam perceber que poderiam ajudá-la a ter uma melhor qualidade de vida. Os alunos foram premiados esse ano pela bolsa de iniciação júnior do CNPq pela bela apresentação na MNR (Mostra Nacional de Robótica) de 2016, que aconteceu em Recife – PE. Teve ainda participação recentemente na MNR (Mostra Nacional de Robótica) de 2017, apresentada como Projeto Wheelchair Tech: A Tecnologia em Prol da Acessibilidade e Lixeira Inteligente, em Curitiba – PR. Nós da Pixels, ficamos muito honrados da nossa aluna Eliza, por idealizar e incentivar esse projeto inovador e único, que visa cada vez inclusão na tecnologia e na mudança para melhor na vida das pessoas. Entre para o mundo dos criativos. Seja Pixels!